09 jun

Como ser um surfista de ondas na crise econômica

Como ser um surfista de ondas na crise econômica? O segredo para o sucesso está em aprender a lidar com os altos e baixos do mercado oferecendo um serviço que privilegie as necessidades dos clientes em primeiro lugar. 

Boa parte do empresariado já entendeu que crises políticas fazem a diferença no negócio e alavancar as oportunidades.

Logo, o que deve-se considerar é a capacidade da empresa em ajustar a sua estrutura ao novo patamar de atividade econômica.

A história demonstra que a economia se comporta em forma de ondas. Ao mesmo tempo em que uma onda é descendente, surge outra ascendente.

Como todo bom “surfista” de ondas na crise econômicas, os empresários de sucesso aprenderam a sair das ondas descentes no tempo certo e pegar as novas ondas ascendentes.

Porém, em virtude da natureza sistêmica das organizações, este movimento é altamente complexo e não deve ser enfrentado com medidas  simplistas, como a demissões de funcionários para reduzir a folha de pagamento, por exemplo.

O corte no número de colaboradores até pode ser adotado em situações que auxiliem no aumento da produtividade, mantendo os mais receptivos as mudanças e inovações propostas pela empresa.

Então, como ser um surfista de ondas na crise econômica?

Neste sentido, a REDEXPERT desenvolveu uma metodologia simples e prática para enfrentar os desafios diários das organizações empresariais ou associativas que se preparam para crescer.

“Fazer o Básico Bem Feito” é um método que privilegia a visão sistêmica e o alinhamento dos elementos fundamentais da gestão as necessidades do público alvo.  Logo, a premissa básica é colocar as necessidades dos clientes no centro da organização, pois ela simplesmente não existiria se fosse diferente.

consultoria_infografico

Um grande número de empresas, especialmente pequenas e médias, colocam os interessem corporativos e dos acionistas acima das necessidades de quem as sustentam: os clientes. Em épocas de ondas descendentes, a consequência natural será a migração dos clientes para os concorrentes.

Assim, as empresas que pretendem surfar uma onda ascendente buscando boas oportunidades devem ampliar o conhecimento sobre hábitos de compra dos seus clientes.

Com este conhecimento em mente, é necessário desenvolver produtos e serviços – mas principalmente treinar pessoas – para proporcionar aos compradores experiências marcantes e inesquecíveis.

 

 

LEIA TAMBÉM: Fazer o básico bem feito

 

Quero te ajudar! Me conta qual a tua necessidade.

Nenhum Comentário

Assuntos Relacionados

Comentários