22 ago

Marca Brasil supera a expectativa do público-alvo

O encerramento dos Jogos Olímpicos 2016, realizados no Rio de Janeiro, demonstrou a capacidade do Brasil de organizar e realizar com muita competência o maior evento esportivo do mundo.

 

Por Adriano Arthur Diesntmann

torcida

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Ao longo da preparação dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, muito se falou sobre a falta de segurança, do atraso e do custo das obras, do improviso, das gambiarras, de que o país tinha outras prioridades, enfim, nós brasileiros mostramos ao mundo todo a nossa imaturidade, baixa estima e descrédito em relação a “marca Brasil”.

O Comitê Olímpico brasileiro e os demais organizadores demonstraram ao mundo todo, mas em especial relembraram a nós brasileiros, que a marca Brasil tem os predicados vitais para qualquer marca de sucesso: paixão e significado.

O impacto positivo que deixamos no mundo foi mostrando a nossa capacidade de conviver em paz com a diversidade cultural e racial, nossas belezas naturais e manifestações culturais, alegria e hospitalidade do povo. Isso significa que o brasileiro tem a paixão de receber bem, de fazer eventos bem feitos, mesmo com recursos limitados. O carnaval, o maior espetáculo do mundo, comprova isto anualmente.

Certamente deixamos uma ótima imagem a todos que vieram ao Brasil e aos bilhões de telespectadores que assistiram aos jogos pela televisão ou pela Internet. Porém, o maior legado foi para nós brasileiros. A olimpíada superou nossas próprias expectativas, tanto quanto aos resultados esportivos como em relação à organização dos eventos, a segurança dos atletas e visitantes.

De modo geral, as pessoas anseiam por sentirem que estão fazendo parte de algo grandioso. Os seres humanos precisam de um significado maior que dá sentido para suas ações. Como somos um povo emotivo, as olimpíadas renovaram nossas conexões emocionais com a marca Brasil. Os seres humanos são criaturas que têm sede de um propósito maior e, quando isso acontece, tornam-se leais e apaixonados pelo que fazem. Certamente isto vai alavancar a nossa autoestima e o que deve renovar a confiança no nosso país.

Mais uma vez ficou comprovado que antes de vender a imagem da marca Brasil para o mundo, precisamos vendê-la para os brasileiros.

Nenhum Comentário

Assuntos Relacionados

Deixe uma resposta