02 maio

O que podemos aprender com as redes de PMEs da Alemanha?

Em qualquer lugar do mundo, ninguém discorda que a cooperação é uma das principais alternativas para tornar as PMEs mais competitivas. O desafio está em fazer da cooperação uma estratégia efetiva e tornar pequenas empresas tão fortes quanto grandes corporações.

O frio incomum na Alemanha neste mês de abril contrastou com a receptividade dos profissionais da cooperação que encontrei nos últimos dias. Tive a oportunidade de visitar a Federação Alemã de Redes e Centrais de Negócios (Der Mittelstandsverbund) e três das principais centrais de negócio na Alemanha, dos setores de materiais de construção, eletroeletrônicos e móveis+utilidades domésticas+conforto.

Todas as três são centrais de negócios com centenas de membros e milhares de pontos de venda na Alemanha e em países vizinhos, com estrutura e profissionalismo invejáveis. A conversa com os gestores dessas redes e a visita às suas instalações reforçou convicções e gerou novos insights para as redes brasileiras.
Evidentemente, Brasil e Alemanha diferem em muitos aspectos econômicos, culturais, institucionais e geográficos. Portanto, não se trata de copiar estratégias made in Germany, mas adaptá-las ao contexto brasileiro para impulsionar o desenvolvimento das quase 1.000 redes de PMEs existentes no Brasil.

(Texto do professor doutor em Administração, Douglas Wegner)

2 Comentários

Assuntos Relacionados